Facebook elimina anúncios políticos… durante uma semana

Ao limitar a apresentação de anúncios políticos para as próximas eleições presidenciais norte-americanas, o Facebook vai bloquear tanto a informação fiável como a desinformação. As regras aplicam-se aos anúncios sobre as eleições ou políticos mas não afectam as campanhas contratadas até 27 de Outubro, que irão continuar a ser visualizadas. A rede social anunciou na… Read More Facebook elimina anúncios políticos… durante uma semana

Despir-se ou falhar: algoritmo do Instagram força utilizadores a mostrar a pele

Uma investigação exclusiva revela que o Instagram dá prioridade às fotografias de homens e mulheres com pouca roupa, moldando o comportamento dos criadores de conteúdo e a visão de mundo de 140 milhões de europeus no que permanece um ponto cego nos regulamentos da UE. Sarah (o nome foi alterado) é uma empreendedora da alimentação… Read More Despir-se ou falhar: algoritmo do Instagram força utilizadores a mostrar a pele

Quer um público desinformado? O Facebook já tratou disso…

Enquanto prometia vigiar a desinformação sobre o COVID-19 na sua plataforma, o Facebook permitiu que os anunciantes segmentassem os utilizadores interessados ​​em “pseudociência”. Em Abril passado, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, escreveu um texto prometendo combater a desinformação sobre o COVID-19 que circulava no Facebook. “Apagámos centenas de milhar de informações erradas relacionadas com… Read More Quer um público desinformado? O Facebook já tratou disso…

Congressista preocupado com privacidade no Facebook e, uma década depois, com as eleições

Em Abril de 2010, o senador democrata Michael Bennet escreveu uma carta aberta a Mark Zuckerberg a propósito das práticas da rede social Facebook. As preocupações focaram-se na mudança de política de privacidade e uso de dados pessoais dos utilizadores por outras empresas. A expansão do Facebook preocupava Bennet e os outros três signatários da… Read More Congressista preocupado com privacidade no Facebook e, uma década depois, com as eleições

Empresas tecnológicas financiam republicanos ou democratas?

Tendo em conta a facturação das empresas tecnológicas, as quatro primeiras gastam muito pouco no financiamento partidário. A Amazon é a que mais gasta, com 1,2 milhões de dólares para uma facturação de 11,6 mil milhões de dólares, seguindo-se a Google com um milhão de dólares e a Microsoft com cerca de 940 mil dólares.… Read More Empresas tecnológicas financiam republicanos ou democratas?