Ter (e vender) uma versão sintética

“Gostaria de vender a sua imagem a empresas que querem porta-vozes com aparência realista na forma de um avatar sintético”? A questão é colocada pelo Future Today Institute, que recorda como o estúdio de produção de inteligência artificial (IA) Alethea.ai estabeleceu uma parceria com os Oasis Labs para desenvolver um mercado online para “personagens geradas… Read More Ter (e vender) uma versão sintética

Consumidores mais racionais e menos activistas

A Wavemaker considerou que esta crise epidémica gerou quatro tipos de consumidores, derivados do seu “peculiar comportamento“: os narcisistas, os solidários, os optimistas e os necessitados de escapismo nos conteúdos. Agora, no relatório “How COVID-19 will permanently change consumer behavior“, a Accenture nota como a pandemia está a alterar as indústrias – a acelerar tendências… Read More Consumidores mais racionais e menos activistas

Quem precisa de humanos quando tem estes “amigos” virtuais?

A questão é colocada pela revista Mashable, após a Samsung ter lançado um “humano virtual” que dá pelo nome de Neon e pode “mostrar emoções e inteligência”. https://www.neon.life/wp-content/uploads/Fourneons-2-1.mp4 Diferenciadora é a capacidade de se “ligar e aprender mais sobre nós, ganhar novas competências e evoluir”. Os termos são praticamente todos os que podem definir um… Read More Quem precisa de humanos quando tem estes “amigos” virtuais?

Como será o mundo pós-pandemia?

Não se sabe mas entende-se a necessidade de desenvolver um futuro alternativo cujas visões sejam participativas, envolvendo investigadores de diferentes sectores e cidadãos. No RIKEN, um dos maiores institutos de investigação do Japão, está-se a “refocar os esforços na emergência do coronavírus” com investigadores de diferentes disciplinas. Para responder à questão de como será o… Read More Como será o mundo pós-pandemia?

O que o coronavírus fez pelo consumidor

Narcisistas, solidários, optimistas e necessitados de escapismo nos conteúdos são os novos tipos de consumidores, tendo em atenção o seu “peculiar comportamento“. Esta é a conclusão do estudo da Wavemaker “Die Wavemaker Resilienz-Typologie” (em alemão). Os consumidores “ego-tivity” respondem a um modelo narcisista, derivado do confinamento, “e é também a tipologia mais predominante”. São interessantes… Read More O que o coronavírus fez pelo consumidor