O efeito das tecnologias no sexo dos jovens adultos

Os adolescentes e os jovens adultos estão mais fiéis às suas relações amorosas. O menor consumo alcoólico é responsável em parte por esta tendência mas, no lado masculino, os videojogos também parecem ter alguma influência.

No recente estudo “Why Are Fewer Young Adults Having Casual Sex?“, os investigadores analisaram dados da vida sexual de 945 mulheres e de 1.040 homens ao longo de vários anos.

Segundo diferentes registos, “a percentagem de jovens adultos que se envolvem em relações sexuais tem decrescido nos anos recentes”, com “a percentagem de adultos entre os 20 e os 24 anos que não tiveram sexo no ano anterior a aumentar de 11,67% entre 2000–2009 para 15,17% entre 2010–2014”.

Outros dados mostram que os homens inactivos sexualmente passaram de 18,9% entre 2000-2002 para quase 31% entre 2016-2018, enquanto nas mulheres isso ocorreu, para esses períodos, apenas de 15,1 para 19,1%.

Esta tendência ocorre com pessoas em idades mais avançadas mas não com estas diferenças percentuais.

As circunstâncias económicas dos jovens adultos, o uso da Internet ou o ver televisão não explicam o recente declínio na actividade sexual casual. Mas, entre as mulheres jovens, a quebra no consumo de álcool ajuda a explicar a menor propensão para ter sexo casual. Algo semelhante é detectado nos homens jovens, a que se junta um aumento de uso dos videojogos e uma crescente percentagem dos que moram com os pais.

“Embora tanto as mulheres quanto os homens jovens joguem videojogos com mais frequência agora do que no passado, os jogos inibem apenas o comportamento sexual casual dos homens jovens”, referem os investigadores.

No caso das jovens, “o aumento do uso da Internet parece, na verdade, suprimir o que, de outra forma, seria uma queda maior na propensão de se envolverem em sexo com alguém que não um parceiro romântico”.

Em geral, “o individualismo crescente e a sociabilidade reduzida podem levar a menos festas (e, portanto, a menos bebidas), mais jogos de computador e a uma vida menos autónoma, ao mesmo tempo que diminui o desejo de relação sexual – pelo menos o tipo de encontros casuais registados nesta análise”.

* Foto: Nicolas Colemonts (licença CC)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.