Insegurança of Things ou algoritmos do bem e do mal, artefactos humanos (e outras notícias)

* Conselho da UE adopta conclusões sobre cibersegurança em dispositivos IoT, quando “a ponta do icebergue” é que milhões estão inseguros

* Algoritmos para aumentar a pobreza e diminuir o acesso a serviços básicos ou até a empregos

* …ajudam a criar “histórias de terror“: em 1981, um estudante universitário pediu um empréstimo de 79 mil dólares ao banco. Já pagou 190 mil. Ainda deve 236 mil dólares. Aos 59 anos, não consegue renegociar a dívida

* Namorada em IA seduz solteiros na China

Left to right: The fourth, fifth, and sixth generations of Xiaoice, released in 2016, 2017, and 2018, respectively. From @小冰 on Weibo

* Algoritmos para o bem, contra a “informática dos oprimidos” e a tecnocracia

* Plataforma para o desenvolvimento colaborativo da IA

* Implicações morais na IA: se um robô é consciente, pode-se desligá-lo? Ou deve-se desligá-lo antes de “alucinar”? “Um momento realmente decisivo pode ocorrer quando uma máquina começar a impor obrigações morais a si mesma, sem que a forcemos a isso

* Falta de confiança nas notícias leva jovens a evitá-las (e à democracia também)

* Substack está a desenvolver uma app de leitura para newsletters

* Como a polícia de Los Angeles usa ferramentas da Palantir para vigiar todos

* O meu telemóvel espia-me e fui ver quem era

* “Julgamentos como dados“: quando as decisões dos tribunais são criadas, guardadas e publicadas como dados estruturados

* História dos artefactos humanos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.