Assange na “guerra contra o jornalismo”

Quando a Amnesty International é proibida de assistir ao julgamento de Julian Assange e Craig Murray é dos poucos a reportar sobre o que se passa dentro do tribunal, os “jornalistas estão sob ataque global por fazerem o seu trabalho”, escreve-se no Consortium News a propósito do lançamento do documentário “The War on Journalism: The Case of Julian Assange”, de Juan Passarelli.

Há uma guerra contra o jornalismo” e “o governo Trump passou de denegrir jornalistas como ‘inimigos do povo’ para agora criminalizar práticas comuns no jornalismo que há muito serviam o interesse público”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.