“Infodemia” com luta de apoiantes e críticos das vacinas no Twitter

Em Fevereiro de 2020, a Organização Mundial da Saúde anunciou uma “infodemia” – um dilúvio de informações de saúde correctas e imprecisas – que acompanhou a pandemia global de COVID-19 como um grande desafio para uma comunicação eficaz da saúde. Avaliámos o conteúdo das contas de vacina mais activas no Twitter para entender como as comunidades online existentes contribuíram para a “infodemia” durante os estágios iniciais da pandemia. Embora esperássemos que os oponentes da vacina partilhassem informações enganosas sobre o COVID-19, também descobrimos que os defensores das vacinas não eram imunes à divulgação de alegações menos fiáveis. Em ambos os grupos, o maior tópico de discussão consistiu em narrativas comparando o COVID-19 a outras doenças como a gripe sazonal, muitas vezes minimizando a gravidade do novo coronavírus. Ao considerar o escopo da “infodemia”, investigadores e comunicadores de saúde devem ir além de se focarem em malfeitores conhecidos e nos tipos mais flagrantes de desinformação para examinar todo o espectro de informações – de fontes fiáveis ​​e não confiáveis ​​- que o público provavelmente irá encontrar online.

Questões para investigação:
– Como as comunidades online existentes de oponentes e proponentes da vacina responderam às primeiras notícias do novo coronavírus?

– Quais foram os tópicos dominantes de conversação relacionados com o COVID-19? Que tipo de informação enganosa ou falsa estava a ser partilhada?

– Que tipo de contas partilharam conteúdo enganoso ou falso? Como esses tópicos variam entre as comunidades do Twitter de oponentes e proponentes da vacina?

– O que essas descobertas significam nos esforços para limitar a desinformação online sobre saúde?

Resumo do trabalho:
Identificámos as 2.000 contas do Twitter mais activas no discurso das vacinas em 2019, identificando tanto os oponentes quanto os proponentes da vacina. Apenas 17% desta amostra pareciam ser bots. Além de tweetar sobre vacinas, os oponentes da vacina também tweetaram sobre política conservadora e teorias da conspiração. Os proponentes da vacina tendiam a representar médicos, investigadores ou organizações de saúde, mas também incluíam contas não médicas.

A 20 de Fevereiro, recolhemos os tweets mais recentes para cada conta e extraímos automaticamente 35 tópicos distintos de conversa relacionados com o COVID-19 (cerca de 80.000 tweets). Os tópicos foram categorizados como: mais fiáveis ​​(actualizações e notícias de saúde pública), menos fiáveis ​​(discussão) e não fiáveis ​​(desinformação). A desinformação incluía teorias de conspiração, rumores inverificáveis ​​e golpes que promovem prevenção/curas não testadas.

Os oponentes da vacina partilharam a maior proporção (35,4%) de tópicos de informações não fiáveis, incluindo uma mistura de teorias da conspiração, rumores e esquemas. Os proponentes da vacina partilharam uma proporção muito menor de tópicos de informações não fiáveis ​​(11,3%).

Entre os proponentes e opositores às vacinas, o maior tópico de conversa foi “Narrativas de doenças e de vacinas”, um tópico baseado em discussão em que os utilizadores fizeram comparações entre o COVID-19 e outras doenças – principalmente a gripe. Essas mensagens provavelmente aumentaram a confusão pública em torno da seriedade e da natureza do COVID-19, que perdurou meses.

No contexto da “infodemia”, os esforços para abordar e corrigir a desinformação são complicados pelos altos níveis de incerteza científica. Focar apenas nas formas mais conspícuas de desinformação – teorias da conspiração flagrantes, narrativas dirigidas por bots e comunidades conhecidas ligadas por ideologias conspiracionistas – é uma abordagem para abordar a desinformação, mas dada a complexidade do momento actual, esta estratégia pode falhar em abordar tipos mais subtis de falsidades que podem ser partilhados de forma mais ampla.

* Texto adaptado do original publicado na Misinformation Review (CC BY 4.0). Foto: CDC.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.