O novo coronavírus fez surgir um novo conjunto de profissões, algumas inexistentes. Assim, embora tenha ocorrido algum debate por uma maior procura pelos robôs surgiram novas funções e cargos laborais como:

1. Chief Covid Officer

2. Testadores e cuidadores Covid-19

3. Rastreadores de contactos

4. Medidores de temperatura

5. Oficial de execução estatutário

6. Fabricantes e instaladores de ecrãs

7. Fabricantes de máscaras faciais

8. Especialistas em suporte a Zoom

No geral, evoluiu-se do trabalhador especializado para o “generalista”, num “mundo em que é importante ser ágil e flexível“.

Estas competências foram tidas em conta pelo XPRIZE Rapid Reskilling, um programa de cinco milhões de dólares a 30 meses para reformular as competências dos trabalhadores e prepará-los para a “revolução digital” – uma reconversão que custará 34 mil milhões de dólares.