https://cdn.shopify.com/s/files/1/0264/5845/6157/files/adversarialfashionlogo_955049ca-4a7b-4b82-9a4b-89d8953afd1b_360x.png?v=1564451880

Alguns defensores das liberdades individuais estão a usar a moda das máscaras para baralhar o reconhecimento facial, à medida que esta tecnologia se dissemina e quando vários países a estão a usar, assegurando que serve para cumprir a quarentena mas implementando assim uma sociedade da vigilância.

Kate Rose é uma das activistas que acredita ser possível contrariar esta tendência.

Para esta analista de cibersegurança e “designer” de moda, criadora da Adversarial Fashion, “acho que se tem o direito de consentir em como as suas informações são usadas, especialmente se elas forem utilizadas nalgum momento contra si ou extrajudicialmente”, refere.