Transição Digital junta 18 programas

A aprovação do Plano de Acção para a Transição Digital (PATD) foi esta terça-feira publicada em Diário da República.

A partir deste documento estratégico, o Governo pretende definir um novo enquadramento para a transformação digital das empresas, Administração Pública (AP) e cidadãos.

Elaborado a partir da “avaliação de todas as iniciativas e programas já existentes” e garantindo “que assegura a continuidade de todos os projectos relevantes e com impacto”, o PATD assenta em três pilares de actuação:

a) Pilar I: Capacitação e inclusão digital das pessoas;
a.1) Subpilar I.1 — Educação digital;
a.2) Subpilar I.2 — Formação profissional e requalificação;
a.3) Subpilar I.3 — Inclusão e literacia digital;

b) Pilar II: Transformação digital do tecido empresarial;
b.1) Subpilar II.1 — Empreendedorismo e atração de investimento;
b.2) Subpilar II.2 — Tecido empresarial, com foco nas pequenas e médias empresas (PME);
b.3) Subpilar II.3 — Transferência de conhecimento científico e tecnológico para a economia;

c) Pilar III: Digitalização do Estado;
c.1) Subpilar III.1 — Serviços públicos digitais;
c.2) Subpilar III.2 — Administração central ágil e aberta;
c.3) Subpilar III.3 — Administração regional conectada e aberta;

d) Catalisadores da transição digital de Portugal;
d.1) Regulação, privacidade, cibersegurança e ciberdefesa;
d.2) Economia circular dos dados;
d.3) Conectividade e infraestrutura;
d.4) Tecnologias disruptivas;
d.5) Alinhamento com a estratégia digital europeia;
d.6) Comunicação e promoção.

Em termos de medidas consideradas aprovadas pela resolução, contam-se uma dúzia:
a) Medida 1: Programa de Digitalização para as Escolas;
b) Medida 2: Programa de formação intensiva e especializada na área digital de 3.000 profissionais — UpSkill;
c) Medida 3: Programa de Inclusão Digital de 1 milhão de adultos;
d) Medida 4: Tarifa social de acesso a serviços de Internet;
e) Medida 5: Programa e-Residency;
f) Medida 6: Promoção das Zonas Livres Tecnológicas através da criação de regimes regulatórios especiais;
g) Medida 7: Programa da Capacitação Digital de PMEs no Interior +CO3SO Digital;
h) Medida 8: Digital Innovation Hubs para o Empreendedorismo;
i) Medida 9: Digitalização dos 25 serviços públicos mais utilizados pelos cidadãos e pelas empresas;
j) Medida 10: Aumento da oferta e tradução de serviços digitais de interesse à internacionalização no ePortugal;
k) Medida 11: Estratégia Cloud para a Administração Pública;
l) Medida 12: Simplificação da contratação de serviços de tecnologias de informação e comunicação pela AP.

O modelo de governação, desenvolvimento e implementação do PATD passa por uma Estrutura de Missão técnica, na dependência do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.

Uma das medidas coordenadas e financiadas por esta estrutura são as Zonas Livres Tecnológicas (ZLT).

O objectivo é definir “uma abordagem que atraia para o país os testes de novas tecnologias e processos, que promova uma cultura de experimentação e que assegure, assim também, a sustentabilidade do desenvolvimento tecnológico”.

A medida generaliza uma experiência criada há cerca de um ano entre Matosinhos e a Senhora da Hora, onde se criou a primeira ZLT.

Em entrevista à revista da APDC antes da publicação da legislação, o secretário de Estado da Transição Digital considerou a existência de “um grande pragmatismo” na análise de 18 programas de Governo para os transformar num “documento que dá coerência e uma visão de conjunto aos três pilares” referidos das pessoas, empresas e AP.

Os 18 programas que ainda estavam em curso mereceram “uma avaliação séria e objectiva do que já estava feito e do que não tinha saído do papel. Arrumar as iniciativas e dar-lhes coerência. Era o que lhe faltava”:

André de Aragão Azevedo considera ainda que “a maior ambição” da estratégia é “ter uma abordagem holística”, tendo como objectivo “que o digital seja o acelerador do desenvolvimento do país, para que tenhamos um modelo de crescimento capaz de projectar Portugal como país de referência”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.