Uma pandemia também de cibercrimes

Até meio de Abril, o Gabinete Cibercrime do Ministério Público recebeu um pouco mais de denúncias (162) do que no total de 160 registadas em 2018, No ano passado, foram efectuadas 193 destas denúncias.

Em plena crise pandémica, as principais queixas relacionaram-se com as fraudes na aplicação de pagamentos MB Way, a difusão de mensagens de email e de SMS com malware, campanhas de phishing e tentativas de extorsão por email.

O número destes crimes multiplicou-se “de forma muito expressiva durante o mês de Março de 2020 (230%, considerando os valores do mês de Fevereiro) e ainda mais em Abril (165% apenas até ao dia 16), o que leva a “calcular que, a manter-se esta tendência, o aumento percentual do mês de Abril poderá ser superior a 300%”, refere uma nota informativa do Gabinete Cibercrime.

Este ano, ocorreram 20 denúncias em cada um dos meses de Janeiro e Fevereiro, subiram para 46 em Março e foram 76 até 16 de Abril. Por comparação, entre 1 de Março e 16 de Abril nos anos anteriores, as denúncias variaram entre as 14 de 2018 e as 25 de 2017.

O documento pretende analisar “a evolução dos fenómenos de cibercriminalidade em Portugal após a eclosão da presente situação epidemiológica”, reconhecendo que “o sistema de estatísticas da Justiça não está concebido de forma a permitir aperceber a dimensão numérica (estatística) da complexa realidade que se tem classificado como cibercriminalidade”.

Dado que “o número de crimes praticados nesta área multiplicou-se de forma exponencial”, o Gabinete avança que esta nota informativa será actualizada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.