São quase todos confidenciais e recentes. Os domínios relacionados com o coronavírus e o COVID foram registados desde Janeiro e alguns não estão sequer a funcionar.

O mais antigo foi registado a 14 de Janeiro e o mais recente a 21 de Março. Apenas um pertence à Direcção-geral da Saúde (DGS).

O endereço com o registo efectuado há mais tempo é o coronavirus.pt que, apesar de estar preparado com secções sobre o coronavírus (Sintomas, Cuidados, Portugal, Mundo e Estatísticas), não apresenta quaisquer conteúdos.

O covid-19.pt foi registado a 29 de Janeiro e é disponibilizado pela DGS. O endereço foi assumido dias antes da OMS ter declarado a epidemia, o que ocorreu a 11 de Março.

O seu semelhante covid19.pt foi registado quase um mês depois, a 24 de Fevereiro, e declara ser um “fórum de conteúdo informativo”, escrito em português do Brasil

Quatro dias depois, a 28, foi efectuado o registo do covid.pt, um “espaço de partilha de ideias como resposta colaborativa aos desafios que o Covid19 nos trouxe”, dinamizado pelas empresas InnovationCast, Premium Minds e OutSystems.

Registado a 14 de Março, o coronavirus.com.pt endereça os utilizadores para o site não seguro wuflu.live ou para COVID19info.live.

Por fim, o covid-19.com.pt, cujo pedido de registo foi entregue a 21 de Março, está em desenvolvimento com a indicação “Something new is coming”.