A Google está a publicar um conjunto de dados anonimizados relativos à localização dos seus utilizadores em mais de 130 países, agregados em Community Mobility Reports.

Para Portugal continental e ilhas, esses dados – que se inscrevem num intervalo temporal entre 16 de Fevereiro e 29 de Março passado – mostram uma quebra em todos os segmentos analisados, com excepção do residencial.

Os espaços de retalho e de recriativos tiveram uma quebra de 83% relativamente ao patamar definido como “valor mediano para o correspondente dia da semana, durante o período de cinco semanas entre 3 de Janeiro e 6 de Fevereiro de 2020”.

PT_Mobility_Report-Google

PT_Mobility_Report-Google1

As visitas aos parques caíram 80%, apenas mais dois pontos percentuais do que o acesso a estações de transportes públicos. Foram registadas menos 59% de visitas a mercearias e farmácias e 53% ao local de trabalho, compensada apenas por um crescimento de 22% no mercado residencial.

A Google usou os telemóveis com localização activada para determinar essas tendências e pretende continuar a actualizá-los. A empresa da Alphabet alerta que os dados podem ter discrepâncias e a localização não ser fiável.