O ano passado foi marcado por vários recordes obtidos no sector do dinheiro móvel.

O mais marcante é muito provavelmente o número de contas, que ultrapassou os mil milhões.

Pela primeira vez, segundo um estudo da organização do sector GSMA, as transacções digitais representaram a maioria (57%) dos valores das transacções móveis.

Isto representa uma maior entrada e circulação de dinheiro em formato digital, nota o “State of the Industry Report on Mobile Money“.

Os 1.040 milhões de contas representam um “tremendo marco para uma indústria com apenas uma década”.

A par com a maioria de transacções digitais móveis, há agora mais valor a circular no sistema do que a sair, cujas métricas podem ser analisadas no Mobile Money Metrics.