YouTube a ver passar as alterações climáticas

A plataforma social YouTube chega mensalmente a dois mil milhões de pessoas, sendo preferida por 85% dos jovens norte-americanos entre os 13 e os 17 anos e chega à audiência entre os 18 e os 34 anos como nenhum canal de televisão consegue.
Este potencial mediático tem sido usado para disseminar mensagens com informação errada sobre as alterações climáticas, com o algoritmo do YouTube a recomendar a visualização destes vídeos, revela um estudo da Avaaz.
O patrocínio gratuito é acompanhado pelo lado mais comercial do seu programa de monetização, com as receitas de cada vídeo visto a serem distribuídas entre o YouTube (45%) e o restante vão para o criador do vídeo.
No total, o estudo analisou 5.537 vídeos, que conseguiram mais de 21 milhões de visualizações, e detectou 108 conhecidas marcas a colocarem a sua publicidade neles, incluindo a Samsung, L’Oréal, Decathlon, Warner Bros, Carrefour, Danone, Greenpeace International, World Wildlife Fund ou Save the Children. Algumas destas empresas e organizações afirmaram desconhecer que a sua publicidade era usada nestes vídeos.
A questão que se coloca não é sobre se o YouTube pode “lidar” com este fenómeno na sua plataforma mas se a sua liderança tem o “interesse político para o fazer quando não há ‘consenso político’ em todos os países sobre as mudanças climáticas”, nota Stephan Lewandowsky, que analisa as “fake news” sobre clima na University of Bristol. “Apesar de ser uma posição científica totalmente absurda, há muitos políticos nos EUA e na Austrália, por exemplo, imersos neste tipo de coisas”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.