Pseudonimização para RGPD

O conceito de pseudonimização vulgarizou-se com a introdução do Regulamento Geral sobre a Protecção de Dados (RGPD). Trata-se do “processamento de dados pessoais de tal forma que os dados pessoais não podem ser atribuídos a um titular específico de dados sem o uso de informação adicional, desde que essa informação adicional seja mantida separada e sujeita a medidas técnica e organizacional para garantir que os dados pessoais não são atribuídos a uma pessoa identificada ou identificável“.

Para apresentar alguns potenciais cenários e as soluções técnicas e políticas que podem suportar o seu uso, a agência europeia para a cibersegurança ENISA publicou o relatório “Pseudonymisation techniques and best practices“.

Uma das conclusões do documento é constatar a inexistência de soluções fáceis para a pseudonimização e, “pelo contrário, ela requerer uma competência de elevado nível”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.