A produtividade da defesa

Um evento como o ataque às Torres Gémeas em Nova Iorque pode ter um impacto positivo na investigação e desenvolvimento (I%D) e na produtividade, tanto dos EUA como a nível externo. Na economia doméstica norte-americana, esse valor pode atingir um crescimento de 1,9% em termos de TFP ou produtividade, crescendo uma média de 0,045% no resto dos países da OCDE.

Os cálculos são efectuados no estudo “The Intellectual Spoils of War? Defense R&D, Productivity and International Spillovers“, que inclui alguns dados sobre Portugal.

O TFP ou produtividade total dos factores é, segundo o Conselho para a Produtividade, “um indicador residual que capta o crescimento do produto que não é explicado pelo crescimento dos factores de produção usados no processo produtivo. No entanto, a magnitude da TFP irá depender de quais e de que forma os factores produtivos são especificamente contemplados na função produção”.

Por exemplo, enquanto o rácio I&D/PIB é de 1,9% nos EUA, ele aproxima-se apenas dos 0,2% em países como Portugal, segundo os investigadores Enrico Moretti, Claudia Steinwender e John Van Reenen.
Um “choque” do tipo dos eventos do 11 de Setembro faria aumentar a despesa interna em I&D para os 52% – uns 37 mil milhões de dólares adicionais – num ano como 2013.

“Um aumento de 10% na I&D financiada pelo governo iria gerar uns adicionais 4,3% de I%D financiada pelos privados”, afirma o estudo do National Bureau of Economia Research. Este aumento teria igualmente um impacto positivo no emprego e nos ganhos de produtividade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.