EFJ apoia estratégia europeia para taxa digital

A European Federation of Journalists (EFJ) apoia a estratégia da nova Comissão Europeia na taxação digital, na luta contra a desinformação e no pluralismo mediático.

A EFJ realça o facto deste pluralismo ser uma das “prioridades” da nova Comissão, a ser presidida por Ursula von der Leyen, quando o Media Pluralism Monitor (MPM) mostra, para a Europa, um reduzido ou nulo progresso relativamente à literacia mediática.

O comissário nomeado para a pasta da economia, Paolo Gentiloni, e a vice-presidente executiva Margrethe Vestager – com os pelouros do digital e da concorrência – devem “coordenar os trabalhos na taxação digital para encontrar um consenso a nível internacional até ao final de 2020”.

A vice-presidente Věra Jourová (valores e transparência) assumirá a luta contra a desinformação e informação falsa, “preservando “a liberdade de expressão, liberdade da imprensa e pluralismo dos media” e “propor uma intervenção regulatória se necessária”.

Na carta de missão enviada a Jourová, von der Leyen salienta que “o pluralismo dos media é uma parte essencial do nosso sistema democrático” e que a vice-presidente deve coordenar projectos inter-nações para apoio a actividades jornalísticas independentes e diversificadas.

A nova Comissão Europeia deve assumir funções a 1 de Novembro próximo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.