Hoje é o dia da população mundial, estabelecido pela Organização das Nações Unidas em 1989 devido ao interesse público pela data de 11 de Julho de 1987 quando se atingiu uma população mundial de cinco mil milhões de pessoas.

Em 2011, ultrapassaram-se os sete mil milhões de seres humanos e, cinco anos depois, os 7,4 mil milhões (a 6 de Fevereiro de 2016).

No ano seguinte, a população mundial estava entregue a 3,776,294,273 homens e a 3,710,295,643 mulheres, quando nasciam em média 107 rapazes por cada centena feminina (a diferença entre o número de nascimentos masculinos e o seu decréscimo posterior tem várias explicações).

Este ano, deve chegar-se aos 7,7 mil milhões de pessoas e, em 2030, subir para os 8,6 mil milhões. Duas décadas depois, a Terra terá 11, 2 mil milhões de pessoas.

E Portugal? No ano passado, deverá ter ultrapassado os 10,2 milhões de pessoas (47% de homens), situando-se entre países como a Suécia ou a República Checa. Outros valores apontam para 10,1 milhões de registos, sendo 51,5% de mulheres.