O mercado biométrico valia 5.000 milhões de dólares em 2011 e deve atingir os 23 mil milhões no próximo ano.

Uma das técnicas menos intrusiva e mais generalizada (nomeadamente na China) é o reconhecimento facial mas esta, ao fim de 51 anos de investigação, enfrenta ainda desafios ao nível de determinar a idade e o género dos sujeitos. E pode ser enganada

Em “Face Recognition Techniques: A Survey“, investigadores da indiana Dharmsinh Desai University mostram o interesse crescente por este domínio desde os anos 60: