Lançado em 2015 na Austrália, o centro lúdico de jogos em realidade virtual Zero Latency vai ser inaugurado em Dezembro no Dolce Vita Tejo, perto de Lisboa. O investimento deve chegar aos 2,5 milhões de euros.

Do país de origem, o modelo foi exportado para o Japão, Estados Unidos, México e Espanha, com um espaço em Madrid, gerido pela Climbing Planet desde Novembro do ano passado. Por cá, a Climbing Planet Portugal foi registada a 10 de Novembro passado.

Com cinco jogos já desenvolvidos, apenas dois estão disponíveis na capital espanhola. A empresa não revela quantos vão ser disponibilizados no centro de Lisboa mas, pelas “hashtags” usadas na sua página do Facebook, parecem ser os mesmos de Madrid: Singularity e Zombie Survival.

Ainda segundo a empresa, existem 13 centros em funcionamento em quatro continentes e mais de 100 mil pessoas já passaram pela experiência. Esta só permite a co-existência de oito pessoas em simultâneo na arena do jogo, um espaço que pode ir de 200 a 2000 metros quadrados.

A plataforma tecnológica é da AlienWare, a divisão de jogos da Dell.