A Daimler anda a testar entregas de produtos por drones. Na região suíça de Zurique fez o “maior teste“, com 100 entregas bem sucedidas e em segurança, para clientes que pediram a entrega de cafés seleccionados para o próprio dia. Mais testes estão previstos para 2018.

Os drones voam a partir de carrinhas que fazem o percurso até perto das habitações onde os produtos são entregues, permitindo aos veículos continuarem a circular e o drone regressar depois ao carro.

O modelo é semelhante ao teste feito em Fevereiro passado pela UPS (embora haja diferenças, por o drone poder estar ligado fisicamente ao veículo).

“Quando se olha para os números – a UPS entrega 15 milhões de encomendas por dia”, diz Helen Greiner, “ninguém pensa que os drones vão substituir toda a infra-estrutura mas vão acrescentar valor”.

A fundadora da CyPhy Works considera que “os drones estão como os computadores no final dos anos 70” do século passado. “Sim, funcionam e as pessoas estão excitadas por os terem em casa. Mas há muito mais que podem fazer”.