O Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA) apresentou esta semana o seu carro-drone Flow.me, um projecto de mobilidade horizontal e vertical que deverá estar concretizado em 2022.

Segundo o CEiiA, o veículo “irá ser testado numa primeira fase [em 2019] em processos logísticos em zonas industriais para, no futuro, poder estar associado ao transporte de pessoas em serviços de ‘sharing’ e ‘on-demand’ nas cidades”.

A proposta é semelhante a uma outra da Airbus, revelada em Março passado pela Airbus e pela Italdesign.

Neste caso, o Pop.Up não tem data apontada para chegar ao mercado, até porque o seu desenvolvimento não passa apenas pela engenharia dos sectores automóvel e aeroespacial mas também por questões de acesso a infra-estruturas e regulatórias.