O director do Government Communications Headquarters (GCHQ), revelou como a aposta deste serviço de “intelligence” e de segurança interna passa agora pela defesa da economia britânica e da sua infra-estrutura contra os ciber-criminosos.

Jeremy Fleming escreveu que “as maiores mudanças são moldadas pela velocidade dos avanços tecnológicos, em particular a Internet”, tendo de se proteger dos que a usam para “causar dano”.

Agora, o “novo mandato” visa ajudar o Reino Unido a ser “o melhor local para viver e fazer negócio online”, apesar de “muito do que fazemos ter de se manter secreto”.