Realidade falsificada vai criar “desconfiança digital”

Em 2022, muitas das pessoas que vão ler notícias irão ter acesso a mais informação falsa do que fiável. Para as empresas, isto será um enorme problema que ainda não anteciparam, no sentido de evitarem estar ligadas a conteúdos que as podem prejudicar.

Antes, em 2020, a criação de conteúdos de “realidade falsificada” através da inteligência artificial (IA) vai conseguir ultrapassar a capacidade da mesma IA os detectar.

Esta “realidade falsificada” em imagens, documentos ou sons convincentes vai acelerar a “desconfiança digital”, antecipa a consultora Gartner na sua lista anual de previsões.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.