Divulgação científica: muitos interessados mas nos resultados recentes ou estranhos

Notícias sobre a comunidade local, sobre o governo e a política e, em terceiro, sobre a ciência, são o que mais interessa aos adultos nos EUA, à frente de artigos noticiosos sobre economia, desporto ou entretenimento.

A maior parte acede a notícias de ciência pelos meios generalistas e, apesar de considerar que esta cobertura noticiosa é boa, aponta que “fontes especializadas – documentários, revistas científicas e museus de ciência e tecnologia” – conseguem mostrar os factos de forma mais correcta. As descobertas recentes ou “estranhas” marcam a leitura destas notícias.

“No total, cerca de um terço (36%) dos americanos acedem a notícias de ciência pelo menos algumas vezes por semana, três em 10 procuram-na e uma pequena quantidade (17%) fazem ambas” as opções, diz o Pew Research Center.PJ_2017.09.20_Science-and-News_3-06

As redes sociais têm “um papel modesto em informar os americanos sobre ciência” mas só 33% considera que se trata de um meio “importante” para se informarem sobre os assuntos científicos, enquanto apenas 26% segue contas relacionadas com esses temas.

Os dados constam de um inquérito nacional do Pew Research Center a 4.024 adultos, realizado entre 30 de Maio e 12 de Junho de 2017.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.